Pular para o conteúdo principal

Paz?

Ahn... Tanta gente desanimada, triste, fechada. Tanta briga à toa, descontentamento, discussão. Quando foi a última vez que você dançou ouvindo música na sala da sua casa? Ou lembrou de algo e riu? Riu dos micos, dos momentos felizes, riu dos tombos, das brincadeiras? Sabe aquela paz gostosa? Lembra dela?




O post de hoje é para te fazer pensar um pouquinho sobre a verdadeira paz.
Precisamos esquecer dos problemas? Viver em um mundo de ilusão? Não. Mas mesmo nesses momentos você pode ter paz, descansar, sorrir. Paulo disse uma vez:
Já aprendi a contentar-me com o que tenho.

Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade.

Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.
Filipenses 4:11-13

E um pouco antes ele diz:
E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.
Filipenses 4:7

Paulo passava por momentos de necessidade, mas cria num Deus de paz que excede todo o entendimento, o Deus que o dava força para  suportar com paciência ser feliz, ele cumpriu sua missão aqui na terra. E eu? E você? Vamos deixar o inimigo de nossas almas nos abater com qualquer coisa? Vamos esquecer o Deus que cuida de nós?

Permita que Deus te alegre nas coisas simples, deixe Deus te fortalecer, te dar a mesma paz da qual Paulo fala, deixe Ele conduzir sua vida. Sorria! =)

Quer dicas?
- Ligue pra um amigo e diga coisas bonitas;
- Ofereça seu melhor para Deus;
- Vista - se, arrume o cabelo, você é bonita!
- Ria um pouco mais e ignore por hoje aquilo que quer te desencorajar a ser feliz;
- Ajude em casa! Faça um bolo, um café (sua mãe agradece!);
- Leia Filipenses;
- Converse com Deus;
- Relaxe;
- Ouça músicas de louvor;
- Tente reclamar menos e agradecer mais;
- Seja criativa!



Com carinho,
Mariane Godoi ♥
#GodBless

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o coração que se partiu e ainda bate

Querido leitor, hoje quero falar sobre algo tão corriqueiro dos nossos dias e que ao mesmo tempo é crucial. Vivemos tão ocupados e enlouquecidos com as nossas rotinas e não nos damos conta do porque fazemos o que fazemos, não é?! Longe de querer ser clichê com esse assunto, escrevo com todo o temor que há no meu coração.
 Quantas vezes ao longo dessa estrada que é viver nos deparamos com inúmeras situações, algumas já planejadas por nossas ambições, outras, no entanto parecem cair como uma bomba na nossa direção e que inevitavelmente explode nos machucando, tirando a nossa paz e segurança. E sabemos que entre essas duas opções, as que mais acontecem são as que nos ferem, seja em forma de perda, ansiedade, relacionamentos, profissão, igreja, ministério, sonhos! Ah! Querido leitor, são tantas coisas que enfrentamos no cotidiano, tenho certeza que dariam ótimas histórias para o livro da vida.
O que desejo tratar aqui é o porquê de algumas aflições, afirmo que não tenho resposta para todas …

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D