Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Da vida, o melhor!

Caro leitor, essa é minha primeira reflexão no blog e é com muito prazer que peço-lhe licença para compartilhar algumas experiências e percepções que tenho sobre a vida cristã e a vida cotidiana que, na verdade, são uma coisa só.
Confesso que tive algumas dúvidas sobre o que escrever, já que existem inúmeros pontos cruciais da caminhada cristã que podem ser abordados, mas existe um assunto que tem tomado conta dos meus dias, algo que geralmente passa despercebido na nossa rotina.

Criando raízes

Portanto, assim como vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor, continuem a viver nele, enraizados e edificados nele, firmados na fé, como foram ensinados, transbordando de gratidão. Colossenses 2:6-7  Ouvi uma reflexão sobre esses versículos há uns dias e algo me chamou a atenção. Fui atraída pela palavra "Enraizar" e a grande lição por trás dela.

Cartas para o coração: Quando estiver cansada... (Mas não fisicamente)

Uma hora ou outra a gente cansa. Podemos até dormir as tão recomendadas 8 horas e o corpo ainda pesa, quem sabe seja o peso das responsabilidades, das preocupações, das ansiedades.
A gente quer dormir e acordar daqui uns 5 anos! A gente cansa de inventar tanta coisa pra fazer e depois não dar conta, cansa de insistir naquela pessoa ou situação que parece que não vai pra frente, a gente cansa até da gente mesma!

E nessa de cansar, nós vamos olhando pra nós e curtindo a miséria de nós mesmas. Nos sentimos injustiçadas pela vida, é tudo tão difícil pra nós, oh céus! Não seremos capazes!

Nesse ponto, o desespero cega nossa capacidade de resolver problemas, é isso que olhar demais pra nós e de menos pra Deus faz. A gente desfoca, fica com tudo e nada na cabeça. Negócio doido!

Como diria Marcela Taís: muita calma nessa alma!

A primeira coisa a fazer

Nosso Porto Seguro

Olá Meninas, esse é o meu primeiro post no blog e espero que gostem!
Não sei vocês, mas eu curto muito filme romântico, e hoje eu gostaria de trazer uma lição que aprendemos com um filme (que vocês já devem ter visto) do Nicholas Sparks, Um Porto Seguro.
Essa é a história de uma moça chamada Kate, que é casada com um policial e é abusada por ele, até que um dia ela o feriu com uma faca e fugiu para uma cidadezinha muito pequena. Ele tenta encontra-la mas não consegue (só no final rs). Enquanto Kate está nessa cidade, ela encontra um rapaz, chamado Alex, que se interessa por ela. E conhece a única vizinha dela, a querida Jo que a incentiva a gostar de Alex. É melhor assistirem porque eu não vou contar o final!