Pular para o conteúdo principal

Mas o que é Mordomia Cristã?!


Quando você pensa na palavra "mordomia", o que vem a sua mente?

No cenário atual é nítido que o conceito de mordomia divulgado pela imprensa em geral é o de regalias no exercício da função pública. Mas aí você pode me dizer: “ah, mas eu sou cristã né?! E é óbvio que sei que mordomia não é viver uma vida de regalias". Hmm sei, mas sinto em lhe dizer que corremos um grande risco de não estarmos vivendo a mordomia bíblica em sua totalidade .

Aqui trataremos brevemente deste assunto, mas eu a encorajo a fazer um estudo pessoal aprofundado sobre o mesmo, pois tenho certeza que você crescerá muito no desenvolvimento de sua salvação se assim o fizer.
Pois bem! Vamos pensar então em duas verdades e partindo delas compreender a mordomia cristã bíblica.

A primeira verdade é que a vida que você usufrui não te pertence, ela tem dono e esse dono não é você! Logo, se ela tem um dono,  existe um jeito que este dono espera que a administremos; a palavra nos assegura que fomos compradas, e compradas por alto preço: preço de sangue. E esta mesma palavra também nos diz que de tudo quanto nos foi confiado haveremos de prestar contas. Então sim, você tem um dono, mas não é um dono qualquer. Aí vem a segunda verdade… este dono não é só seu dono, mas Ele é dono de TUDO e TODOS. Você pertence ao Soberano Criador e Senhor do universo! Até aqui nenhuma novidade pra você? Ótimo! rsrs Não vim trazer novidades, mas te fazer pensar em como temos vivido estas verdades. Vivemos a “nossa” mordomia ou a mordomia de Deus?

As vezes vivemos uma vida fragmentada, sem nem perceber, e conferimos certas ações somente ao âmbito “espiritual”, mas a partir do momento em que você crê em Jesus como seu Senhor e Salvador e recebe assim o Espírito de vida, você passa a ser toda espiritual, seu espírito foi vivificado e não só pra viver dentro da sua comunidade eclesiástica mas você vive no mundo também, e aí me recordo de uma amiga querida que me disse sobre os puritanos. Eles viviam sua vida em cada segundo, respirar, pensar e agir reverentes e temerosos a Deus, rendendo louvor a Ele. Suas vidas se caracterizavam praticamente como um culto ao Senhor em tudo quanto faziam.

Pensando nisso tudo vamos refletir em dois textos:
Saí nu do ventre da minha mãe e nu partirei... Jó 1.20b

Quer comais, quer bebais, quer façais qualquer outra coisa, façam Tudo para a glória de Deus. 1 Co 10.31

Se você sempre se lembrar que veio nua a este mundo e nua partirá,  a maioria de suas preocupações deixará de ter algum sentido pra você. Pense em cada uma delas através desta ótica, e então? Elas não diminuem?

Se você compreender que até comendo, bebendo, ou fazendo qualquer outra coisa, por mais simples que seja, você deve render honra e glória a Deus, você não se importará se tem um “ministério” ou não, pois sua vida em sua totalidade será o seu ministério e então em tudo o que pensar, agir e se relacionar a realidade da prestação de contas àquele a quem tudo e todos pertence será muito nítida e transformará sua existência.

Sabe do que esses “se” dos dois parágrafos anteriores dependem? Da nossa compreensão da Soberania de Deus. Salmos 89.11 diz: “Os céus são teus, e tua também é a terra; fundaste o mundo e tudo o que nele existe”. A medida que me relaciono com Deus, mais O conheço. E a medida que O conheço, mais O respeito, mais O temo. Entender que Deus é soberano nos confere uma responsabilidade sobre como lidamos com tudo, pois tudo pertence a Ele que tem o controle de tudo e a quem prestaremos conta de tudo que temos.

Ser um mordomo fiel não se trata do que você tem, se é  pouco ou muito, mas do fato de que tudo o que você tem não te pertence. Cuide bem de seus pais, irmãos, amigos, filhos, estudos, casa, comida, roupas, igreja, etc... aplique os princípios bíblicos em suas relações e em tudo o mais. Assim você honrará ao dono delas e será bem aventurada.

Creia na soberania de Deus. Caso você tenha alguma queixa de seus pais, colegas, amigos, irmãos ou igreja, quem é o dono deles? Pois bem, então recorra à Ele, e assim fica mais fácil exercer sua fé e crescer em piedade. Aprenda com tudo isso a descansar e confiar no seu Senhor e em sua soberania e poder vivendo o perdão, amor e graça em todos os seus dias.

E por aqui encerro mas antes deixo um texto para reflexão e encorajamento do exercício da mordomia cristã.
Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento;  reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas.  Não seja sábio aos seus próprios olhos; tema o Senhor e evite o mal.  Isso dará a você saúde ao corpo e vigor aos ossos.  Honre o Senhor com todos os seus recursos e com os primeiros frutos de todas as suas plantações;  os seus celeiros ficarão plenamente cheios, e os seus barris transbordarão de vinho. Provérbios 3:5-10 NVI
Minha oração é de que Deus nos ajude a sermos mordomos fiéis.
Deus as abençoe! 
Fraternalmente,

Raquel Paixão.


Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu tornei conhecido a vocês.
João 15:15 NVI
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Mãe, esposa e irmã em Cristo. De dona de casa a telefonista, maquiadora e micro pigmentadora. Raquel Paixão ama a Deus, seu marido Danilo e seus dois filhos, Arthur e Heitor. Apaixonada pela leitura das Sagradas Escrituras e pelo aconselhamento bíblico. Congrega na PIB em Moreira César (SP). 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D