Pular para o conteúdo principal

Seguindo os passos de Cristo!

Boa noite meninas, gostaria de compartilhar com vocês uma situação que vi hoje e tirei uma lição pra minha vida.
No começo desse ano fiz um curso de babá, porque amo muito trabalhar com crianças. Então, uma querida amiga da igreja me pediu pra cuidar dos dois filhos maravilhosos dela. Aceitei né, lógico!! 
Um é mais velho (Fulano) e o outro 3 anos mais novo (ciclano). O Ciclano ainda não fala tão bem, mas dei tanta risada vendo-o imitar seu irmão. Ele copiava TUDO. Mas não é por maldade, ou outra coisa. É porque ele via que, o que o outro fazia era legal e correto. 


Isso me fez refletir! A ordem de Cristo para nós é: "sejam meus imitadores" (1 Co 11.1).  
Fico triste em pensar na dificuldade que temos em obedecer essa ordem. Deus já nos deu os mandamentos prontos, já nos deu a bíblia com os evangelhos contando a vida de Jesus na terra, e deixou o Espírito Santo pra nos convencer do pecado, da justiça e do juízo. Ele nos "deu tudo de mãos atadas", como diz o ditado. Basta colocar em prática!
Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus,
não considerou
que o ser igual a Deus
era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo,
vindo a ser servo,
tornando-se semelhante
aos homens. E, sendo encontrado
em forma humana,
humilhou-se a si mesmo
e foi obediente até a morte,
e morte de cruz!
Filipenses 2:5-8
Nesses versículos (acima) vemos uma característica divina que serve como um exemplo da maneira que devemos ser e viver. E é conhecido como: Humildade. Deus não pede que sejamos pobres, que moremos nas ruas, mas que nos esvaziemo-nos a nós mesmos, sejamos obedientes e submissos à soberania de dEle.
Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.
1 Pedro 1:16
Santidade é um atributo divino, mas que Ele pede que sejamos também. Ao tomarmos a melhor decisão das nossas vidas entramos em um processo de santificação, e esse processo é dividido em dois. "Santo" significa separado, à primeiro momento somos separados para Deus, separados do mundo em um processo que Deus nos ensina, que Ele nos tira desse mundo mal e nos ensina no particular. E em outro momento somos separados por Deus para por em prática aquilo que aprendemos no primeiro momento, e esse processo é o que as pessoas mais falham. Vou dar um exemplo; quando vamos em um retiro estamos separados do mundo, em lugar onde só está aqueles que creem em Cristo e que já tomaram A DECISÃO. Lá, ouvimos o que Deus quer falar conosco, estamos mais próximos da criação  do Criador. Mas, infelizmente, precisamos voltar pra nossa vida, pro trabalho e pro chefe "chato", pra escola e para os colegas que zoam por causa da religião e das decisões diferentes das deles que tomamos, pra academia que tem muito menino (a) bonito (a) e precisamos nos controlar pra não pecar, etc. Será que conseguimos viver em santidade constantemente? Não. Mas é necessário que nos esforcemos ao máximo, para que o nome de Deus seja exaltado em TUDO que fizermos (1 Co 10.31).
Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.
Romanos 5:8
Calma, não estou pedindo pra você morrer pelo seu inimigo (uffa né). Mas, quando eu olho pro amor de Deus eu fico admirada do que Ele fez, até choro. Por que quem tem coragem de morrer por seu amigo? Imagina pelo seu inimigo? Imagina por uma pessoa que só falha? E por alguém que cuspiu na sua cara? Acho que só Jesus mesmo. Você acha que foi fácil pra Ele porque Ele é Deus? Mas vejamos: "Indo um pouco mais adiante, prostrou-se com o rosto em terra e orou: "Meu Pai, se for possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas sim como tu queres". Mateus 26:39". Foi fácil mesmo? Mas Ele obedeceu seu Pai. E é isso que precisamos fazer, obedecer ao Senhor, amar a todos, e acima de tudo, amar a Deus.

Assistam!!
https://www.youtube.com/watch?v=80SJ8XHqKqM





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D

Muita emoção, nenhuma conversão

A paz do Senhor meus queridos!
Como estão?
_______________________________________

Ao abrir meu painel do blogger hoje me deparei com uma atualização de um dos blogs que sigo, onde a notícia falava sobre uma apresentadora de um programa de televisão que chorou ao ouvir uma música de uma cantora evangélica, que enquanto a cantora fazia sua apresentação a moça ficou muito emocionada e a cantora também, enfim, vocês devem saber quem é.
Então decidi postar sobre isso hoje, falar um pouco sobre o emocionalismo extremo de muitos que se dizem cristãos, mas que após seus momentos maravilhosos na presença de Deus, simplesmente voltam à suas vidas normais. O que realmente deveria acontecer depois de uma emocionante noite de culto ou oração? Por que tantas pessoas choram, pulam, gritam, dançam, sapateiam ... Mas depois disso não há sequer um sinal de mudança na vida delas? Será que chorar ao ouvir lindos louvores significa algo? E se eu não chorar? Quer dizer que não estou sentindo a presença de…