Pular para o conteúdo principal

Vida Devocional #04

A paz do Senhor queridos!
Chegamos ao último post da série! \o/


Testemunho.
Talvez um dos maiores desafios de nossa vida cristã.
Ele disse:

"Mas RECEBERÃO PODER quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e SERÃO MINHAS TESTEMUNHAS... até os confins da terra". Atos 1:8
Recebemos o Espírito Santo, agora precisamos de ousadia e coragem para não ocultarmos, para não enterrarmos esse dom.
Testemunhar Jesus é deixar que Ele apareça em nós, atrvés das nossas palavras, atitudes, através do nosso olhar.
Como assim:
É deixar o senso comum, os pré julgamentos que nos afastam dos outros e transmitir o Amor de Deus, nem todos os que estão à sua volta  são conhecedores e praticantes da Palavra e muitos não crêem, mas a Bíblia diz que somos Sal e Luz, somos intrumentos a serem usados por Deus para a salvação dessas almas, e quando omitimos aquilo que há em nós, quando deixamos de testemunhar por medo, vergonha do que irão falar ou por simples preguiça estamos negando o Cristo que vive em nós, e seremos cobrados por isso no Grande Dia, pois tivemos a oportunidade de evangelizar e não fizemos.

Testemunhar Jesus não é fazer teatro, não mostrar aos outros uma vida perfeita sem problemas ou pecados, mas ser canal e exemplo, ser diferente, andar na contramão do mundo e na alegria de Deus. Pense nisso:

Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.
Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá.
Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério.
Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos.
Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. (1ª Timéteo 4, 12 -16)

 Espero que tenham gostado da série e que ela seja benção na vida de vocês!
Deus abençoe!
Com carinho,
Mari Godoi
te em ler, exortar e ensinar, até que eu vá.

Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério.

Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos.

Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.
1 Timóteo 4:12-16

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

Cartas para o coração: Quando se sentir sozinha...

Estou há um mês e meio morando fora de casa. Tenho 20 anos e isso nunca aconteceu antes, era difícil conseguir permissão para dormir na casa "dazamigas", então morar em outro estado foi um divisor de águas na minha casa, minha família e minha vida! Sou do interior de São Paulo e precisei me mudar para a capital do Rio de Janeiro para estudar no Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (atual Faculdade Batista do Rio de Janeiro). Até chegar onde estou muitas coisas aconteceram e, se Deus quiser, um dia contarei com mais detalhes para vocês! Ainda estou num tempo de adaptação e com certeza sou um bebê no quesito "experiência", é cedo pra falar do que estou começando a aprender! Hoje, porém, gostaria de falar o que eu gostaria de ouvir antes de vir pra cá e mesmo antes de qualquer situação em que eu me sentiria sozinha mesmo no meio de tantas pessoas, sem propósitos mesmo com tantas responsabilidades. 

A Cabana - A Perda da Arte do Discernimento Cristão

"O mundo editorial vê poucos livros atingirem o status de "sucesso". No entanto, o livro A Cabana, escrito por William Paul Yong, superou esse status. O livro, publicado originalmente pelo próprio autor e dois amigos, já vendeu mais de dez milhões de cópias e já foi traduzido para mais de trinta idiomas. É, agora, um dos livros mais vendidos de todos os tempos, e seus leitores estão entusiasmados.

De acordo com Young, o livro foi escrito originalmente para seus próprios filhos. Em essência, ele pode ser descrito como uma teodicéia em forma de narrativa – uma tentativa de responder à questão do mal e do caráter de Deus por meio de uma história. Nessa história, o personagem principal está entristecido por causa do rapto e do assassinato brutal de sua filha de sete anos, quando recebe aquilo que se torna uma intimação de Deus para encontrá-lo na mesma cabana em que a menina foi morta.
Na cabana, "Mack" se encontra com a Trindade divina, onde Deus, o…