Pular para o conteúdo principal

E se a manhã não chegar?


Salmo 30:5 Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.
Quando lemos esse salmo, logo vem a esperança que em breve virá a alegria. Este livro é repleto de coisas alegres que nos motiva.
Porém, já leu o salmo 88?

Salmo 88.1 Ó Senhor, Deus meu Salvador, dia e noite, sem parar, imploro a sua ajuda.
2 Ouça a minha oração, incline os seus ouvidos ao meus pedidos de socorro!
3 Não há mais lugar em meu coração para tantas tristezas e males; sinto que estou muito próximo da morte.
4 Todos dizem que é apenas uma questão de tempo, que já estou praticamente descendo à sepultura.
5 Fui contado entre os mortos, como um soldado qualquer que morre e fica estendido no campo de batalha, dos quais o Senhor já não lembra, pois foram abandonados á própria sorte.
6 O Senhor me lançou num abismo profundo, num buraco muito escuro.
7 A sua ira pesa sobre mim; uma após outra, as suas ondas me encobrem e derrubam.
8 O Senhor afastou de mim os meus melhores amigos; eles me detestam. Estou trancado numa prisão e não consigo fugir!
9 Desesperado, chorei tanto que já não enxergo direito; todos os dias, sem parar, eu ergo as minhas mãos e peço a sua ajuda, Senhor.
10 Será que o Senhor mostra suas maravilhas aos mortos? Será que os mortos se levantam e o louvam?
11 Depois de morto não poderei falar aos outros do seu amor; na sepultura não poderei mostrar aos homens como o Senhor é fiel.
12 No mundo das trevas, quem irá contar as suas maravilhas? Quem anunciará a sua justiça na terra do esquecimento?
13 Por isso, enquanto estou vivo, Senhor, clamo por seu socorro com gritos e gemidos! Muito antes de o sol raiar, a minha oração já chega á sua presença.14 Por que, Senhor, não quer que eu viva na sua presença? Por que esconde o seu rosto de mim?15 Desde moço ando fraco e abatido. O peso do seu castigo me deixa confuso e desorientado.
16 Fui arrastado pelas ondas da sua ira; os seus golpes violentos acabaram comigo.
17 Sou como uma ilha, cercado por uma inundação de medo.
18 O senhor afastou de mim os meus amigos e meus antigos companheiros. Hoje, minha única companhia é a escuridão.
Parou para pensar que esse é o capítulo mais triste do livro de salmos? Ele estava vivendo os momentos mais tristes de sua vida. Clamava ao Senhor, mas não tinha uma resposta, a manhã ainda não havia chegado.
Nós seres humanos, somos pessoas que passam por tribulações, tristezas, angústia, solidão. Pode ser que você já passou ou está passando por isso que o salmista estava vivendo. Clamava ao Senhor, mas a sua resposta não vinha, a tristeza não ia embora e o amanhecer ainda não havia chegado.
Como o salmista, o amanhecer ainda não havia chegado. E por muito tempo ele ainda não vai chegar para você, muitas vezes o Senhor não vai te responder. Deus é Deus, e Ele sabe de todas as coisas, tudo para Ele tem um propósito.
Mas assim como o salmista agiu, assim você deve fazer. Ele não parou de buscar ao Senhor mesmo em sua angustia, versículo 13:” Por isso, enquanto estou vivo, Senhor, clamo por seu socorro com gritos e gemidos! Muito antes de o sol raiar, a minha oração já chega à sua presença.”
E com sua vida ele queria glorificar a Deus, versículos de 9 ao 13. Mesmo sem ter uma resposta de Deus para a sua vida, ele não deixou de viver para o Senhor. Quantas vezes não caímos quando não temos a resposta de Deus? Quantas vezes não murmuramos a Deus?
Com certeza o nosso “eu” deve morrer para nós, Deus é Soberano, a sua vontade irá prevalecer, Deus é onisciente, Ele sabe de todas as coisas, tudo tem um propósito para Ele. Pense nisso querido! ;)

Deus os abençoe!

Bella Matos 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

Cartas para o coração: Quando se sentir sozinha...

Estou há um mês e meio morando fora de casa. Tenho 20 anos e isso nunca aconteceu antes, era difícil conseguir permissão para dormir na casa "dazamigas", então morar em outro estado foi um divisor de águas na minha casa, minha família e minha vida! Sou do interior de São Paulo e precisei me mudar para a capital do Rio de Janeiro para estudar no Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (atual Faculdade Batista do Rio de Janeiro). Até chegar onde estou muitas coisas aconteceram e, se Deus quiser, um dia contarei com mais detalhes para vocês! Ainda estou num tempo de adaptação e com certeza sou um bebê no quesito "experiência", é cedo pra falar do que estou começando a aprender! Hoje, porém, gostaria de falar o que eu gostaria de ouvir antes de vir pra cá e mesmo antes de qualquer situação em que eu me sentiria sozinha mesmo no meio de tantas pessoas, sem propósitos mesmo com tantas responsabilidades. 

A Cabana - A Perda da Arte do Discernimento Cristão

"O mundo editorial vê poucos livros atingirem o status de "sucesso". No entanto, o livro A Cabana, escrito por William Paul Yong, superou esse status. O livro, publicado originalmente pelo próprio autor e dois amigos, já vendeu mais de dez milhões de cópias e já foi traduzido para mais de trinta idiomas. É, agora, um dos livros mais vendidos de todos os tempos, e seus leitores estão entusiasmados.

De acordo com Young, o livro foi escrito originalmente para seus próprios filhos. Em essência, ele pode ser descrito como uma teodicéia em forma de narrativa – uma tentativa de responder à questão do mal e do caráter de Deus por meio de uma história. Nessa história, o personagem principal está entristecido por causa do rapto e do assassinato brutal de sua filha de sete anos, quando recebe aquilo que se torna uma intimação de Deus para encontrá-lo na mesma cabana em que a menina foi morta.
Na cabana, "Mack" se encontra com a Trindade divina, onde Deus, o…