Pular para o conteúdo principal

Não sei mais o que fazer


A vida cristã é um caminho, às vezes avançamos, corremos, paramos, passamos por pedras, obstáculos, temos dias leves, outros difíceis. No início da caminhada, é fácil renunciar muita coisa, estamos determinados! Depois de um tempo o que era gritante já desapareceu e nós corremos o risco de pensar que chegamos ao limite, não encontramos mais muita coisa pra mudar, estamos acomodamos com a nossa condição. E acontece que nesse comodismo cristão, começamos a desanimar, sutilmente invertemos nossas prioridades. Não bebemos, não fumamos, não falamos palavrão... Nosso cristianismo se resume à boas ações.

Deus nos deu liberdade para tomar nossas próprias decisões e sim, Ele permite que nos afastemos dEle. Mas chega uma hora em que, pela graça, tomamos o susto do "O que estou fazendo?!".
O Espírito Santo, nosso ajudador, nos constrange a lembrar de como éramos antes de conhecê-lo, como nossa desgraçada vida só nos levava à vazios, e depois de Cristo, houve esperança de algo a mais, houve sentido!

Nós sabemos o que fazer mas já fizemos a oração do "eu vou mudar, Senhor!" tantas vezes que não temos mais coragem, é difícil reconhecer que falhamos e podemos voltar a falhar. Pensando nisso, escrevo aqui algumas atitudes que nós podemos tomar. Não é fórmula mágica nem regra, mas quem sabe algumas dessas dicas clareiem nossas ideias!

  1. Ore. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. 1 João 1:9
  2. Não desanime de ler a bíblia. Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra. Salmos 119:9
  3. Peça ajuda à um amigo cristão de confiança. Vale tudo! Seu pastor, líder, pai/mãe ou aquele amigo que é dedicado às coisas do reino. Diga como você se sente e peça pra orar e estudar a bíblia juntos. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se! Eclesiastes 4:10 Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade. Eclesiastes 4:12
  4. Ajude alguém! Olhar ao redor e ver que existem outras pessoas passando pelo mesmo que você ou por uma situação pior e oferecer-se para orar com ela, conversar, oferecer um ombro amigo ou até ajudar materialmente te faz exercitar o amor e te faz melhor. Mediante trabalho árduo devemos ajudar os fracos, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: ‘Há maior felicidade em dar do que em receber’ ". Atos 20:35
Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante,prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.
Filipenses 3:13-14
Que o amor do Senhor transborde em nós, por nós e através de nós! <3

Deus abençoe!
Mari

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o coração que se partiu e ainda bate

Querido leitor, hoje quero falar sobre algo tão corriqueiro dos nossos dias e que ao mesmo tempo é crucial. Vivemos tão ocupados e enlouquecidos com as nossas rotinas e não nos damos conta do porque fazemos o que fazemos, não é?! Longe de querer ser clichê com esse assunto, escrevo com todo o temor que há no meu coração.
 Quantas vezes ao longo dessa estrada que é viver nos deparamos com inúmeras situações, algumas já planejadas por nossas ambições, outras, no entanto parecem cair como uma bomba na nossa direção e que inevitavelmente explode nos machucando, tirando a nossa paz e segurança. E sabemos que entre essas duas opções, as que mais acontecem são as que nos ferem, seja em forma de perda, ansiedade, relacionamentos, profissão, igreja, ministério, sonhos! Ah! Querido leitor, são tantas coisas que enfrentamos no cotidiano, tenho certeza que dariam ótimas histórias para o livro da vida.
O que desejo tratar aqui é o porquê de algumas aflições, afirmo que não tenho resposta para todas …

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D