Pular para o conteúdo principal

Meu Amor, sei que és o meu Deus!

Oláaaa queridos e queridas!
Estive ausente daqui por um tempo e peço desculpa a vocês por isso :( 
Mas agora, com a graça de Deus, estarei escrevendo com mais frequência (inclusive eu peço que deixem sugestões nos comentários de temas para posts que eu ou a Mari teremos o prazer de escrever!)
Bom, hoje quero deixar uma pequena reflexão a vocês, a nós, e que isso possa fazer, de fato, diferença em nossas vidas!



As vezes eu paro pra pensar no que ou em quem Deus tem se tornado nos meus dias e percebo que não é o que deveria, eu não tenho percebido o que Ele realmente é. É claro que não me esqueço Dele e das coisas boas que Ele me faz, mas isso não é o suficiente e nunca vai ser. 
Muitas vezes eu O deixo de lado, sem perceber, pra fazer coisas tão pequenas e que talvez me levem pra mais longe ainda...
Deus deve estar no centro, em cada detalhe por mais pequeno que seja, Ele é Tudo o que nós precisamos, a intimidade com Ele, os diálogos e a leitura da palavra nos fazem fortes! 
Que possamos fazer dessa canção uma oração e uma realidade a cada vez que pensarmos no que Deus significa pra nós.

"Eu olhei o meu dia, percebi
Que Tu és melhor que uma canção de amor
Muito mais do que eu canto
Sob os cantos do mundo
Um minuto contigo é melhor do que tudo

É por isso que estar a ouvir Tuas palavras
É olhar pra minha alma e saber que em Ti sou feliz

Me esconda em Ti
Eu preciso andar no Teu Caminho
Teu amor sobre mim
Muda os meus passos, ilumina meu rosto

Eu olhei o meu dia, percebi
Que Tu és melhor que uma canção de amor
Toda arte que eu faço
Todo som entoado
Não é mais que uma grande vontade de Te conhecer

Meu amor, sei que és o meu Deus e mistério
E o Teu filho Jesus é na Cruz caminho de paz

Me esconda em Ti
Meu Deus, eu preciso andar no Teu Caminho
Teu amor sobre mim
Muda os meus passos, ilumina meu rosto."




Fiquem com Deus! 
Abraços, Poli  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

Eu, eu mesmo e Pedro

Agora não compreendes o que eu faço, mas depois entenderás.
Em uma conversa casual, refletindo sobre este versículo, algo nos chamou a atenção.  Já ouvimos em muitas aplicações como temos atitudes semelhantes às dos personagens bíblicos, Adão é aquele citado para falar de quem não assume a responsabilidade dos seus atos e sempre joga a culpa em outra pessoa, ou Jonas quando foge do chamado de Deus, ou Moisés que sempre coloca um empecilho para aceitar a missão que Deus lhe confiou... A reflexão de hoje nos aproxima mais uma vez de um personagem bíblico e nos traz algumas lições. Vamos juntos?

Se não fosse o Senhor

Última semana de dezembro, você olha para trás e lembra de tudo o que já te aconteceu, faz uma retrospectiva de todos os fatos, desde que fez menção aos "Planos para 2011"; por fim você só pode dizer uma frase:
"Se não fosse o Senhor..."