Pular para o conteúdo principal

DEVOCIONAL







Quanto lhe for possível, não deixe de fazer o bem a quem dele precisa,
Não diga ao seu próximo: "Volte amanhã, e eu lhe darei algo", 
se pode ajudá-lo hoje.

Provérbios 3: 27-28






Eu li uma frase que diz: "Deus nos abençoa para que possamos abençoar aos outros", (uauuuu) quando é que pensamos nisso? quase nunca não é mesmo, pelo contrario queremos que alguem faça isso. 
Muitas vezes temos a oportunidade de abençoar a vida de uma pessoa e simplesmente dizemos, volte amanhã,  por que não queremos ajudar, é que na verdade estamos dizendo la no fundo "Não" quero te ajudar, cada dia mais o mundo esta se tornando individualista e nos cristãos estamos entrando nessa :/
Quando abençoamos aos que estão ao nosso redor eles veem que parecemos com Jesus Cristo, pois era isso que Ele sempre fez aqui na terra. 

Obrigada Jesus!!!

Abraços 
Juliana Lemes 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

Só Deus sabe conjugar amor, afinal é o próprio verbo Amar!

Helloo Girls!
Que saudadinha de escrever. Eu pensei em vários assuntos pra postar, mas não iniciei nenhum e de repente, estava eu na casa da minhas primas. Nesse dia, estávamos assistindo vários filmes românticos (não estamos apaixonadas kkkkk),e um me chamou a atenção! Provavelmente você já assistiu, "Como se fosse a primeira vez". Chorei muito! E lembrei que eu já tinha feito uma aplicação da nossa vida com o filme "Porto seguro" (Meu primeiro textinho, confere lá...). Decidi fazer novamente. So, let's go!

O filme conta a história de Lucy (Drew Berrymore) e Henry (Adam Sandler). Henry é um veterinário marinho que tem uma fama de "garanhão", mas isso muda quando entra em uma lanchonete e encontra Lucy sentada brincando com a comida. A primeiro momento ele achou estranho, mas se aproximou dela e eles conversaram bastante. Decidiram se encontrar lá novamente. E assim aconteceu. Mas, quando Henry chegou pra conversar com ela, Lucy se afastou assustada.…

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D