Pular para o conteúdo principal

Espelho, Espelho Meu...

   Você já deve ter ouvido essa frase, não ouviu? "Espelho, espelho meu existe alguém mais bela do que eu? Agora você lembrou? A bruxa má, da história da Branca de neve, que diz isso. Mas o que podemos aprender com ela? Você quer descobrir?  Então vamos para a bíblia...


"Quero também que as mulheres sejam sensatas e usem roupas decentes e simples.
Que elas se enfeitem, mas não com penteados complicados, nem com joias de ouro ou
de pérolas, nem com roupas caras! Que se enfeitem com boas ações, como devem fazer
as mulheres que dizem que são dedicadas a Deus!"
1Timóteo 2:9-10



Aquela bruxa má se importava com sua beleza, fazia de sua total alegria a sua estética,
tornava o seu visual mais importante que tudo na vida dela. Tanto que, quando a Branca de
Neve apareceu, e a bruxa descobriu que ela tomou o primeiro lugar, a envenenou! (E o príncipe
veio e a salvou, etc e tal haha)

Mas, Paulo não nos retrata isso, ele pede que nos importemos com a nossa beleza interior.

Na parte a o versículo 9 diz que devemos ser sensatas, ou seja, devemos levar a nossa vida
de maneira sábia.

"Todo homem prudente

age com base no conhecimento,
mas o tolo expõe a sua insensatez."

Provérbios 13:16



"Meu filho, guarde consigo
a sensatez e o equilíbrio,
nunca os perca de vista;"
Provérbios 3:21



   O segundo versículo apresentado acima, na versão Almeida atualizada, troca a palavra sensatez por verdadeira sabedoria, ou seja, são sinônimos. Agora, então, sabemos o verdadeiro significado de ser sensato!
   A Verdadeira sabedoria se manifesta por meio das obras. E se é pelas obras, o que estamos  esperando?

A salvação é pela graça, mas a obras são consequências da vida de uma pessoa salva!

“Porque pela graça sois salvos mediante a fé em Cristo Jesus, isso não vem de vós, é dom do de Deus. Nem por obras pra que ninguém se glorie.” 

Efésios 2.8-9 

    Cuide de seu exterior para que a sua aparência seja sempre alegre e viva, mas não a coloque em primeiro lugar, cuide primeiro do seu interior. E com interior digo seu relacionamento com Deus, suas emoções, seus pecados, seu testemunho, em geral, a sua vida espiritual com o Senhor e com a igreja dEle.


                Para Refletir... 
     Vou fazer uma comparação das coisas que usamos para ficarmos bonitas por fora com as coisas que devemos fazer para a beleza interior.   
  • Arrumar o cabelo: O cabelo para Sansão era a força, mas ele deixou que uma mulher tirasse isso dele. Então, devemos cuidar das nossas forças e depositar toda ela no Senhor, e não nos meninos , porque eles vão e vem, mas o Senhor Jesus permanece para sempre. 



  • Base e Pó: Servem para diminuir algumas imperfeições (manchas, espinhas, cravos, etc.) do nosso rosto; assim é a santidade e a pureza para nossa vida. Elas nos fazem evitar o pecado pois está escrito: “Sejam santos, porque eu sou santo”. (1 Pedro 1:16). A base faz a nossa pele ficar mais bonita e a santidade faz a nossa reputação e o nosso testemunho melhor, ela nos faz mais parecidos com Cristo. Por isso, devemos buscar , constantemente, a pureza e a santidade. Assim como a base anda junto com o pó, você precisa ser pura e santa.   
  • O rímel: Ele tem a função de abrir os nossos olhos para não ficarmos com cara de sono, haha. Assim, Cristo quer que os nossos olhos estejam abertos para as coisas eternas, para as coisas do alto. Como o apóstolo Paulo disse em 2 Coríntios capítulo 4 e versículo 18: “Assim, fixamos os nossos olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno. (E devemos, também, estar com os nossos ouvidos atentos ao chamado dEle).
  • O Batom: Já percebeu que quando passamos batom as pessoas notam? Porque chama muita atenção, principalmente se for vermelho e roxo! Ele dá um brilho ao nosso rosto e é o Grande Final da make, e sem ele a maquiagem fica mais básica, os lábios ficarem ressecados!). Assim nós devemos ser: a diferença! Em um mundo tão sujo devemos ser o brilho; em um mundo tão escuro devemos ser a luz. As pessoas precisam olhar pra nós e se admirarem, mas não pela nossa beleza exterior, mas sim pela interior.


  • A Roupa: Quando olhamos para o nosso guarda roupa escolhemos sempre a melhor vestimenta e a que mais se adequa a certa ocasião! Mas, nunca devemos esquecer de 1 Timóteo 2.9: "Quero também que as mulheres sejam sensatas e usem roupas decentes e simples. Que elas se enfeitem, mas não com penteados complicados, nem com joias de ouro ou de pérolas, nem com roupas caras!". Mas, assim como a roupa decente nos protege de muitas coisas (olhares indesejáveis, do frio, etc.) o nosso espírito deve estar sempre revestido com a armadura de Cristo em Efésios 6. ("Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo. Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz. Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno.")

E algo que é adicional, que é natural, que é simples, mas é o essencial em um serva de Deus. O sorriso! Tão lindo! Mas qual é o motivo dele? Mas qual é o motivo da sua alegria? Qual a razão de você estar se arrumando? É Cristo ou é o "crush"? Pense nisso, pois se a resposta for o "crush", esse sorriso pode se transformar em lágrimas. Mas, se for Cristo, a sua alegria vai ser eterna e você sempre será bela, (por fora e por dentro). Porque Cristo habita em você!


Você é linda! E mesmo que os outros não notem, o nosso Pai que está no céu, sabe disso. E lembre-se, foi Ele quem te fez, e Ele nunca falha!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o coração que se partiu e ainda bate

Querido leitor, hoje quero falar sobre algo tão corriqueiro dos nossos dias e que ao mesmo tempo é crucial. Vivemos tão ocupados e enlouquecidos com as nossas rotinas e não nos damos conta do porque fazemos o que fazemos, não é?! Longe de querer ser clichê com esse assunto, escrevo com todo o temor que há no meu coração.
 Quantas vezes ao longo dessa estrada que é viver nos deparamos com inúmeras situações, algumas já planejadas por nossas ambições, outras, no entanto parecem cair como uma bomba na nossa direção e que inevitavelmente explode nos machucando, tirando a nossa paz e segurança. E sabemos que entre essas duas opções, as que mais acontecem são as que nos ferem, seja em forma de perda, ansiedade, relacionamentos, profissão, igreja, ministério, sonhos! Ah! Querido leitor, são tantas coisas que enfrentamos no cotidiano, tenho certeza que dariam ótimas histórias para o livro da vida.
O que desejo tratar aqui é o porquê de algumas aflições, afirmo que não tenho resposta para todas …

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D