Pular para o conteúdo principal

“O Homem perdeu seu valor no mundo” (Parte II)



“O Homem perdeu seu valor no mundo (v 14 ao 16)





14 Depois de ter gasto tudo, houve uma grande fome em toda aquela região, e ele começou a passar necessidade. 15 Por isso foi empregar-se com um dos cidadãos daquela região, que o mandou para seu campo a fim de cuidar de porcos. 16 Ele desejava encher o estômago com as bolotas que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada.





Nestes versículos estão bem claro, o valor do Filho (HOMEM) como empregado daquele dono de porcos. O Filho no mundo não tinha valor nenhum.Os porcos eram mais importantes.

É assim, o mundo onde vivemos, nós nos esquecemos de uma lição importantíssima que Jesus nos deixou quando veio ao mundo:

Mateus 22. 37 a 40
Jesus Respondeu:
“‘Ame o Senhor teu Deus de todo o seu coração, de todo o seu entendimento’. 38 Este é o primeiro e o maior mandamento. 39 E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas”.

Uma propaganda que eu vi na televisão e eu achei muito interessante era, sobre “comunicar faz toda a diferença”.
 E a cena era mais ou menos assim:

Um mendigo em meio ao lixo e entulho, onde ele está todo sujo e barbado. Com ele seu cachorrinho amarrado com uma corda. O tempo passa e ele não recebe nenhuma esmola. Com isso o mendigo tem uma idéia, ele escreve em um cartaz a seguinte frase:
“Ele está com fome”
Com uma seta apontando para o cachorrinho, depois disso as pessoas que passam por ali começam a dar esmolas para que o cachorrinho não passe fome.


 Eu não quero dizer que a propaganda é ruim, com certeza o mendigo conseguiu atingir seu objetivo com aquela placa.
Mas, para e pense:
Porque as pessoas ajudaram?
Os irmãos que virão essa propaganda vão concordar que o cachorrinho era bonito, bem mais fácil de se ajudar.

Será que você está fazendo isso. Você só ama aquilo que é bonito, pois o pobre mendigo é o seu próximo.
Não estou dizendo que você de vê dar esmolas para os mendigos.
Mas pare e pense.

Eu estou preocupado com meu próximo?
Eu desejo ao meu próximo o que eu desejo para mim?
Ou eu só quero fazer o Fácil.

Qualquer pessoa ajuda quando é Fácil. Mas você tem que ser diferente irmão, pois você é diferente é filho do Senhor e assumiu seguir seus passos.

Você está seguindo o que Jesus deixou pra você?
Ou está perdido e não consegue amar seu próximo?

Continua... 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o coração que se partiu e ainda bate

Querido leitor, hoje quero falar sobre algo tão corriqueiro dos nossos dias e que ao mesmo tempo é crucial. Vivemos tão ocupados e enlouquecidos com as nossas rotinas e não nos damos conta do porque fazemos o que fazemos, não é?! Longe de querer ser clichê com esse assunto, escrevo com todo o temor que há no meu coração.
 Quantas vezes ao longo dessa estrada que é viver nos deparamos com inúmeras situações, algumas já planejadas por nossas ambições, outras, no entanto parecem cair como uma bomba na nossa direção e que inevitavelmente explode nos machucando, tirando a nossa paz e segurança. E sabemos que entre essas duas opções, as que mais acontecem são as que nos ferem, seja em forma de perda, ansiedade, relacionamentos, profissão, igreja, ministério, sonhos! Ah! Querido leitor, são tantas coisas que enfrentamos no cotidiano, tenho certeza que dariam ótimas histórias para o livro da vida.
O que desejo tratar aqui é o porquê de algumas aflições, afirmo que não tenho resposta para todas …

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D