Pular para o conteúdo principal

Os Valores do Mundo (Parte I)


  (Lucas 15. 11 a 24)


Vivemos em um mundo onde os valores são extremamente distorcidos. Hoje nós devemos colocar em nossas vidas em primeiro lugar: DEUS; em segundo lugar: FAMILIA; e em terceiro: IGREJA. E depois colocamos trabalho, lazer, futebol, etc... 
Mas não é o que vemos no mundo:
Um certo canal INGLES fez uma pesquisa com mais de 3000 pessoas onde a pergunta era:
Quais as maiores preocupações no seu dia-dia?
Em primeiro lugar foi:
Emprego de modo geral.
Em segundo:
Família.
Em terceiro:
Tentar ter uma vida religiosa ou buscar o Deus.




Esses são os Valores do Mundo Hoje

Então vamos tentar refletir um pouco se você não está também esquecendo de certos valores.


“A Família perdeu seu valor no mundo”.

13 “Não muito tempo depois, o filho mais novo reuniu tudo o que tinha, e foi para uma região distante; e lá desperdiçou os seus bens vivendo irresponsavelmente”.

 Falar sobre família não é fácil. Se formos colocar o que vemos da família no mundo em nossos dias, teríamos que ficar aqui até... No texto o Filho pega tudo que era de seu por direito e resolve seguir uma vida sem seu pai e sem seu irmão. Porque ele queria conhecer os prazeres do mundo, uma vida sem limites onde tudo era permitido. E ele errou. E olha que ele tinha uma boa família. E hoje? como vemos a família no mundo? 
A família tem muitos problemas hoje, como podemos ver no programa da SBT: “Casos de Família” 
Muitas vezes a causa desses problemas são: Dinheiro. Tem o Dinheiro, não podemos esquecer do Dinheiro. Mas tem uma outra coisa que é... o Dinheiro.Vemos que a maioria dos problemas gira em torno do Dinheiro.

Expressões como:
Há se eu tivesse dinheiro eu mudaria toda minha casa.
Eu faria uma reforma enorme.
Não viveria nesse barraco!!!!!!

Mas, assim como a Igreja não é feita de tijolos. E sim a igreja somos nós, cada um é parte da igreja. As famílias também não são feitas de belas paredes, piso novo, pintura bonita. Queremos resolver nossos problemas com soluções, desculpem o termo, “ESTUPIDAS”. Acreditar que com cimento, cal, pedra e areia seus problemas estão acabados. Sua Família não deve ser assim. Por que, não vou mentir, dinheiro ajuda é claro, conforto é muito bom, “mas você não pode deixar o seu poder de consumo,  consumir você e sua família”. 
Sua família não é isso... Deus valoriza a Família, Deus valoriza um bom Filho, um bom Pai, uma boa Mãe, um bom Marido, uma boa Esposa. 
O único mandamento com promessa tem haver com a Família.
Deuteronômio 5. 16
“Honra teu pai e tua mãe, como te ordenou o Senhor, o teu Deus, para que tenhas longa vida e tudo te vá bem na Terra que o Senhor, o teu Deus, te dá”.

Você tem valorizado a sua Família?


O Mundo não!!!!


                                                                                                     Continua....
                                                                                              Juliana Lemes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D

Muita emoção, nenhuma conversão

A paz do Senhor meus queridos!
Como estão?
_______________________________________

Ao abrir meu painel do blogger hoje me deparei com uma atualização de um dos blogs que sigo, onde a notícia falava sobre uma apresentadora de um programa de televisão que chorou ao ouvir uma música de uma cantora evangélica, que enquanto a cantora fazia sua apresentação a moça ficou muito emocionada e a cantora também, enfim, vocês devem saber quem é.
Então decidi postar sobre isso hoje, falar um pouco sobre o emocionalismo extremo de muitos que se dizem cristãos, mas que após seus momentos maravilhosos na presença de Deus, simplesmente voltam à suas vidas normais. O que realmente deveria acontecer depois de uma emocionante noite de culto ou oração? Por que tantas pessoas choram, pulam, gritam, dançam, sapateiam ... Mas depois disso não há sequer um sinal de mudança na vida delas? Será que chorar ao ouvir lindos louvores significa algo? E se eu não chorar? Quer dizer que não estou sentindo a presença de…