Pular para o conteúdo principal

As pessoas estão vendo Deus através de mim?

  






  Para começo de conversa, devemos ter em mente que vivemos no mundo mas não pertencemos a ele , somos nova criatura, regenerados por Deus, e vivemos para a glória Dele. Também devemos lembrar que o nosso corpo é templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6.19) e que devemos ser santos em tudo como Jesus foi (1 Pedro 1.15).
   Algumas igrejas tem usos e costumes que não permitem alguns tipos de vestimentas, só que isso cabe a cada um respeitar e refletir a Cristo através das suas atitudes, uma delas é a maneira de se vestir.
   Nós cristãos temos que nos importar com o nosso modo de nos vestir , e com o reflexo que isso terá nas outras pessoas, pois como podemos adorar a Deus em sua casa, enquanto faço meu irmão pecar através das minhas roupas?
       1 Coríntios 8.13:
                                     "Por isso, se a comida escandalizar a meu irmão, 
                                                nunca mais comerei carne,  
                                         para que meu irmão não se escandalize."

    Meninas, precisamos nos valorizar! Não precisamos chamar a atenção das pessoas para nós, pois o que Deus reservou (o príncipe rs) irá nos valorizar muito mais pelo nosso caráter, afinal, se eu sou uma menina de Deus não desejarei usar roupas curtas ou colantes, decotes ou parecer "sensual", pois sei que a minha postura, o meu falar e o meu agir é o que importa a Deus, e o que Ele preparou chegará no tempo certo...

   Outro assunto bem discutido a respeito da moda e do cristão é o uso de piercing, alargador ou tatuagens, se isso é permitido, ou se isso é pecado... A bíblia não nos revela textos específicos em relação a isso, por isso as pessoas fazem uso de textos sem contexto algum, fazem uma má interpretação e tiram suas próprias conclusões a respeito. Porem temos textos bem simples e claros que nos dizem muito, como 1 Coríntios 10.23 que diz: 
                               
                               ''Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; 
                                todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam."

   Isso nos mostra que sim, nós podemos fazer qualquer coisa, porém tendo em vista que somos cristãos, tementes a Deus, e que precisamos buscar sempre a santificação e a face de Cristo, para que sejamos cada vez mais iguais a Ele, e não ao mundo! Porque foi para isso que fomos criados.
    E então concluo com o texto de 1 Coríntios 10.31 que diz:
                                    
                                            "Portanto, quer comais quer bebais, 
                                             ou façais outra qualquer coisa, 
                                                 fazei tudo para glória de Deus."
  
    E esse "tudo", é tudo mesmo, como o modo de se vestir, o agir, o falar, o pensar, e como o próprio texto diz, comer e beber, que são coisas tão simples e que nós muitas vezes não damos importância, mas que devem ser dedicadas a Deus, nossa vida deve ser dedicada a Deus, nossos dias, nossa adoração... afinal, Ele é o nosso Senhor, Criador e Salvador, e nós não somos e não podemos nada sem Ele. Então TUDO o que fizermos deve ser para a Sua  honra e glória! 
                                                                                                                Um abraço, até mais ♥
     
     
     
    
     



                               




Comentários

  1. Achei bem interessante
    Realmente temos que mostrar Cristo em nós
    Adorei =)
    Beijos Nath (Blog da Cantini)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá!!
Sinta-se livre para expressar sua opinião sobre o que leu aqui, queremos mesmo saber o que você pensa!
Muito obrigada pela visita e pelo comentário!
Deus te abençoe! ♥
DAC

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o coração que se partiu e ainda bate

Querido leitor, hoje quero falar sobre algo tão corriqueiro dos nossos dias e que ao mesmo tempo é crucial. Vivemos tão ocupados e enlouquecidos com as nossas rotinas e não nos damos conta do porque fazemos o que fazemos, não é?! Longe de querer ser clichê com esse assunto, escrevo com todo o temor que há no meu coração.
 Quantas vezes ao longo dessa estrada que é viver nos deparamos com inúmeras situações, algumas já planejadas por nossas ambições, outras, no entanto parecem cair como uma bomba na nossa direção e que inevitavelmente explode nos machucando, tirando a nossa paz e segurança. E sabemos que entre essas duas opções, as que mais acontecem são as que nos ferem, seja em forma de perda, ansiedade, relacionamentos, profissão, igreja, ministério, sonhos! Ah! Querido leitor, são tantas coisas que enfrentamos no cotidiano, tenho certeza que dariam ótimas histórias para o livro da vida.
O que desejo tratar aqui é o porquê de algumas aflições, afirmo que não tenho resposta para todas …

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D