Pular para o conteúdo principal

Me Converti... E Agora??? {13}

Castidade: Uma Escolha Sábia

 

Se você me prguntasse à uns 3 anos atrás com quantos anos eu gostaria de namorar eu te responderia sem sombra de dúvida "Quinze!". Mas, o tempo passou e eu conheci o rapaz mais importante da minha vida, e de alguma forma (que eu não sei como) ele me mudou totalmente os meus pensamentos, e hoje não é mais a mesma coisa, não tenho medo de dizer que vou esperar. 
Castidade não significa virgindade, significa pureza, significa lutar contra o mostro dos prazeres da carne para ter um coração limpo, não é apenas se manter virgem até o casamento, é uma atitude de quem sabe que o amor não tem nada a ver com prazer ou paixão, mas sim com compreenssão, espera e tempo.
Tomar essa atitude é dizer sim ao tempo de Deus em nossas vidas, é não ter medo de renunciar alguns beijos e carícias passageiras para viver e experienciar o verdadeiro amor. É uma das maiores virtudes que podem ser cultivadas no coração das pessoas hoje em dia. Muitos não entendem porque ainda estão cegos e surdos espiritualmente, muitos dizem que isso é bobeira pois o que é belo tem que ser apreciado da melhor forma possível, mas se você parar para pensar vai ver que precipitar as coisas só as piora. 

~> "O futuro não é o que tememos. É o que ousamos." Esperar Não é perder tempo, é um passo de fé e exige de ti, muita ousadia. <~ ( @EscolhiEsperar


Com o tempo fui moldada por Deus e a vontade enorme de namorar hoje nem existe mais, posso compartilhar de amizades sádias sem segundas intenções pois entendi que esperar não é torcer para que o tempo de Deus seja o meu tempo, mas é deixar Deus me moldar para um futuro relacionamento (que se for depender de mim, será bem futuro mesmo! rsrs). Hoje entendo que tudo o que sentia, o desespero por estar sozinho (e olha que tão cedo!) era uma imensa carência, um grande anseio por um amor maior que me completasse. 
A pessoa que você espera virá no tempo oportuno ou tempo de Deus se você deixar que Deus cuide disso para você, pois não adianta nada você querer assumir esse compromisso mas não deixar que Deus seja aquele que conduz sua vida, se você continuar a mesma pessoa, com as mesmas atitudes, você não irá progredir ou avançar, mas sim afundar cada vez mais até o último dia de sua vida.
Acabei de ler um texto que nos instrui a focar em outras coisas ao invés de nos ocuparmos apenas com a pessoa preparada para nós (e que talvez ainda nem saibamos quem é), enquanto ele ou ela não vem porque você não investe em sua vida com Deus, seus estudos, seus amigos, sua família? Fazendo assim você aperfeiçoará seus talentos, seu temperamento, sua espiritualidade e estará mais preparado (a) para um futuro relacionamento.
Quando optamos por viver a castidade estamos deixando Deus tomar nossa sexualidade e nos moldar conforme a vontade d'Ele. Isso é lindo! Pois Deus nunca faz um trabalho meia-boca, Ele, com certeza, caprichará em nos conduzir a uma vida mais pura e santa para sermos verdadeiros cristãos que decidiram pelo melhor de d'Ele!
Confie, busque a face do Senhor, ore, procure respostas na Palavra de Deus, espere e viva intensamente essa faze que não irá mais voltar!


"Quem ama espera. Quem se ama também."
 Quer mais?



Deus abençoe!
Mari...

Comentários

  1. Que postagem edificante!

    eu me alegro muito quando vejo jovens com o coração voltado para o Criador...

    louvado seja Deus em sua vida.

    Deus à abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Douglas! Amém! Ficamos felizes em saber que estamos ajudando, graças a Deus por isso! *-*
      Deus abençoe!
      Gnd abç!

      Excluir

Postar um comentário

Olá!!
Sinta-se livre para expressar sua opinião sobre o que leu aqui, queremos mesmo saber o que você pensa!
Muito obrigada pela visita e pelo comentário!
Deus te abençoe! ♥
DAC

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o coração que se partiu e ainda bate

Querido leitor, hoje quero falar sobre algo tão corriqueiro dos nossos dias e que ao mesmo tempo é crucial. Vivemos tão ocupados e enlouquecidos com as nossas rotinas e não nos damos conta do porque fazemos o que fazemos, não é?! Longe de querer ser clichê com esse assunto, escrevo com todo o temor que há no meu coração.
 Quantas vezes ao longo dessa estrada que é viver nos deparamos com inúmeras situações, algumas já planejadas por nossas ambições, outras, no entanto parecem cair como uma bomba na nossa direção e que inevitavelmente explode nos machucando, tirando a nossa paz e segurança. E sabemos que entre essas duas opções, as que mais acontecem são as que nos ferem, seja em forma de perda, ansiedade, relacionamentos, profissão, igreja, ministério, sonhos! Ah! Querido leitor, são tantas coisas que enfrentamos no cotidiano, tenho certeza que dariam ótimas histórias para o livro da vida.
O que desejo tratar aqui é o porquê de algumas aflições, afirmo que não tenho resposta para todas …

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D