Pular para o conteúdo principal

Por que não é como em Contos de Fadas?


Toda garota, geralmente quando criança, têm seu sonho de princesa, algumas vivem brincando que tem seus reinos, seus príncipes e vivem suas vidas sem problemas ou dificuldades (eu era dessas! rsrs), ou tem aquelas que vivem aventuras espetaculares, têm seus cavalos super velozes e que salvam o mundo milhões de vezes. É gostoso demais não éh?! Mas por que será que quando crescemos as coisas não permanecem assim? Por que será que, principalmente na adolescência (período de muitas mudanças) nos sentimos em alguns momentos tão vulneráveis? Percebemos que o príncipe encantado está (de acordo com o nosso ponto de vista) demorando tanto ou não conseguimos mais derrotar os problemas como quando derrotávamos os vilões que queriam dominar o mundo.
Acho que algo que não aprendemos quando crianças (e nem deveríamos ter aprendido) é que a vida não é tão fácil quanto parece.
Porém, existem dicas infalíveis das quais não nos lembramos quando estamos passando por momentos complicados e esse é um grande erro que cometemos, uma dessas dicas está em João 16:33: “No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo.” Fomos avisadas de que teríamos problemas e aflições pois Jesus no seu ministério aqui na Terra pode vivenciar o que é ser um ser humano, mesmo sendo Deus, ele sentiu fome, sentiu dor, quando adolescente sentiu que sua voz, seu corpo e sua mente estavam mudando, ele não falava e nem pensava mais como uma criança de 8 anos, ele teve também seus 13, 15, 18 anos, mas o que nos diferencia dele é justamente que Ele nunca (NUNCA! Leu bem?! rsrs) se esqueceu que seu Pai estava com Ele.

Como seres humanos, somos fracos e precisamos assumir essa fraqueza para que Deus seja a nossa força e nos dê o impulso e o direcionamento para passar pelo vale da sombra da morte com a certeza de que não temos o que temer {“Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.” (Salmos 23:4), “Que diremos depois disso? Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Romanos 8:31).}
Quanto aos nossos príncipes, relaxa... Deus tem um plano! rsrs Se temos o Rei dos reis ao nosso lado nos sustentando com sua mão direita qual é a necessidade de nos aquietarmos porque ainda não encontramos um principezinho? rsrs (“Ele, porém, pôs sobre mim sua mão direita e disse: Não temas! Eu sou o Primeiro e o Último, e o que vive.” Apocalipse 1:17). Saiba: ‘Quem espera em Deus, corre. ’
Por fim, esforcemo-nos para sempre lembrar o que Ele nos garante: “Porque eu estou contigo. Ninguém se aproximará de ti para te fazer mal, pois tenho um numeroso povo nesta cidade.” (Atos 18:10), “Fica, tranqüilo, pois estou contigo, do oriente trarei tua raça, e do ocidente eu te reunirei.” (Isaías 43:5), “nada temas, porque estou contigo, não lances olhares desesperados, pois eu sou teu Deus; eu te fortaleço e venho em teu socorro, eu te amparo com minha destra vitoriosa.” (Isaías 41:10)... e mais 700 milhões de vezes Ele nos garante isso, pode procurar!

“Então o Rei dirá aos que estão à direita: - Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo,” (Mateus 25:34).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o coração que se partiu e ainda bate

Querido leitor, hoje quero falar sobre algo tão corriqueiro dos nossos dias e que ao mesmo tempo é crucial. Vivemos tão ocupados e enlouquecidos com as nossas rotinas e não nos damos conta do porque fazemos o que fazemos, não é?! Longe de querer ser clichê com esse assunto, escrevo com todo o temor que há no meu coração.
 Quantas vezes ao longo dessa estrada que é viver nos deparamos com inúmeras situações, algumas já planejadas por nossas ambições, outras, no entanto parecem cair como uma bomba na nossa direção e que inevitavelmente explode nos machucando, tirando a nossa paz e segurança. E sabemos que entre essas duas opções, as que mais acontecem são as que nos ferem, seja em forma de perda, ansiedade, relacionamentos, profissão, igreja, ministério, sonhos! Ah! Querido leitor, são tantas coisas que enfrentamos no cotidiano, tenho certeza que dariam ótimas histórias para o livro da vida.
O que desejo tratar aqui é o porquê de algumas aflições, afirmo que não tenho resposta para todas …

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D