Pular para o conteúdo principal

Para Salvar uma Vida


"Amar o próximo como a si mesmo é necessário."
" Seja canal pra quem é escravo do mal."
"Algumas pessoas querem apenas ser ouvidas."

banner

Qual é o maior mandamento?

Um sorriso, um oi, uma conversa que acolhe. Buscar, amar, salvar. Amar como gostaríamos de ser amados. 
Quantos vocês encontra todos os dias e que precisam de atenção? Que são menosprezados na escola, no trabalho, na família? Porque atualmente se foca tanto a prevenção contra o bullying? O indivíduo individualista não se salva. 

"Por isso é que foi dito: "Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecerá sobre ti". (Efésios 5:14

Para fazer a diferença não são necessárias grandes coisas, mas os pequenos gestos; quando todos excluem e riem, escolha acolher e respeitar, muitos se fecham em seus mundos, solitários e infelizes por não terem com quem partilhar suas dores e problemas, deixe que a luz de Cristo resplandeça sobre você através do seu testemunho, diga palavras de benção, mova-se, muitos podem ser salvos se você disser uma palavra. Antes de julgar os outros pelas aparências como todos fazem, dê um sorriso, olhe com ternura, pois isso é o que realmente faz a diferença. 
Jesus foi o maior exemplo disso, Ele não excluiu os pobres, marginalizados, excluídos, Ele amou e por causa do seu jeito de ser, muitos O seguiram e mudaram de vida. A verdade não é que Jesus andava com prostitutas, leprosos ou pecadores, mas eles se apaixonavam pelo jeito de ser de Jesus e o seguiam, tenho certeza de que Jesus dava um "Oi!" caloroso e cheio de amor, que Ele não encarava os outros pensando ser melhor do que eles. É assim que Ele quer que sejamos, precisamos salvar vidas!

O filme Para Salvar uma Vida lida com a vida real. É sobre enfrentar problemas reais. Ele inspira esperança através da conexão com os outros. Afinal, "Qual é a importância de tudo isso se nós não vamos mudar?"
Depoimento de Edson:
"Boa noite. O filme retrata a triste realidade que esta à nossa volta, acabei me identificado com os personagens em alguns momentos querendo sabe o porquê existo e em outros o porquê não conseguimos identificar as pessoas que estão pedindo socorro, acabo ligando para o que as pessoas dizem e esqueço quem eu sou, Deus me criou porque ele me ama. Ninguém nasceu para viver só. Um desejo que tenho é ter a visão de descobrir quem está gritando no seu interior por socorro, da mesma forma que fizeram comigo. Hoje posso contar com amigos verdadeiros."

A história de Edson é uma em meio a de milhões, muitas outras querem ser ouvidas e transformadas pelo amor de Deus. Nós podemos ser intrumentos e canais desse amor.

Fica a dica:
Mova-se.
Kisse's
Mari...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D

Muita emoção, nenhuma conversão

A paz do Senhor meus queridos!
Como estão?
_______________________________________

Ao abrir meu painel do blogger hoje me deparei com uma atualização de um dos blogs que sigo, onde a notícia falava sobre uma apresentadora de um programa de televisão que chorou ao ouvir uma música de uma cantora evangélica, que enquanto a cantora fazia sua apresentação a moça ficou muito emocionada e a cantora também, enfim, vocês devem saber quem é.
Então decidi postar sobre isso hoje, falar um pouco sobre o emocionalismo extremo de muitos que se dizem cristãos, mas que após seus momentos maravilhosos na presença de Deus, simplesmente voltam à suas vidas normais. O que realmente deveria acontecer depois de uma emocionante noite de culto ou oração? Por que tantas pessoas choram, pulam, gritam, dançam, sapateiam ... Mas depois disso não há sequer um sinal de mudança na vida delas? Será que chorar ao ouvir lindos louvores significa algo? E se eu não chorar? Quer dizer que não estou sentindo a presença de…