Pular para o conteúdo principal

Tô Ligada! [26]

Livro

Serviço, solidariedade e justiça.
De primitiva, a igreja do primeiro século não tinha nada.


Nos relatos bíblicos a respeito do ministério de Jesus e dos primeiros tempos da igreja cristã, fica evidente a estranheza causada pelo estilo de vida adotado pelos fiéis. Pessoas de prestígio e grandes posses abriam mão de tudo para conviver com camponeses e pescadores. Aqueles que por muito tempo foram servidos passaram a lavar os pés dos servos. O ponto em comum: todos foram atraídos pela mensagem do Salvador e agora compunham uma nova comunidade, empenhada na “loucura” de promover o reino de Deus na terra.

Depois de vinte séculos, poucos são os traços que restaram daquela igreja, chamada de “primitiva” quase como forma de localizar sua experiência num ponto da história ao qual muitos cristãos de hoje não pretendem voltar. Em Convite à loucura, Manning se dispõe a resgatar essa vocação do povo de Deus.


Ao mesmo tempo, o autor de O evangelho maltrapilho denuncia a futilidade do discurso do qual a igreja cristã se apropriou, marcado pela preponderância das estruturas sobre o despojamento; pela tolerância aos imperativos do capital e ao desprezo pelos simples de coração; pelo abandono da aparente insanidade proposta pelo Mestre em nome de uma suposta “razão” maculada pela veleidade de mestres dos próprios interesses, pregadores de uma fé barata e utilitária.
 Clique aqui para ler um trecho ~> Convite à Loucura

Música



Filme

Lançamento da BV Films

O filme "CutBack - Uma Vida... Uma Escolha" é o novo lançamento da BV Films para este ano de 2011, a produção recebeu várias críticas positivas nos EUA, ficou com nota máxima pela organização Dove Family e ganhou um prêmio no Festival de filmes de San Diego.
Sinopse:  Luke Haris, um estudante do ensino médio sonha apenas com uma coisa - ser surfista profissional. Para ele e sua melhor amiga, Casey, as prioridades são: Surf e festas. Mas os pais de Luke tem outros planos para ele: estudar e crescer.Quando Luke fica sabendo que uma vaga está aberta na equipe de surf local, vê que essa pode ser a grande chance de provar a seus pais que pode ser um grande surfista e evitar sua ida à escola. Porém duas coisas estarão no caminho: um novo surfista na cidade, Matt, que só tem o objetivo de entrar para a equipe, e seu pai, que insiste que ele se esqueça de surfar e se empenhe em sua educação.Quando uma tragédica devastadora acontece, Luke é forçado a rever sua vida. Com a ajuda de uma bela "garota de igreja" chamada Emily e um pastor, ele aprende que há muito mais na vida do que pegar ondas.

Título Original: Cutback
Diretor(es): Lance Bachelder, Johnny Remo
Gênero: Drama
Origem:EUA
Tipo: Longa
Ano: 2010
Assista o trailer do filme Cutback - Uma Vida... Uma Escolha (Dublado)



Deus abençoe sua semana! ^^
Bjos
Mari

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

Só Deus sabe conjugar amor, afinal é o próprio verbo Amar!

Helloo Girls!
Que saudadinha de escrever. Eu pensei em vários assuntos pra postar, mas não iniciei nenhum e de repente, estava eu na casa da minhas primas. Nesse dia, estávamos assistindo vários filmes românticos (não estamos apaixonadas kkkkk),e um me chamou a atenção! Provavelmente você já assistiu, "Como se fosse a primeira vez". Chorei muito! E lembrei que eu já tinha feito uma aplicação da nossa vida com o filme "Porto seguro" (Meu primeiro textinho, confere lá...). Decidi fazer novamente. So, let's go!

O filme conta a história de Lucy (Drew Berrymore) e Henry (Adam Sandler). Henry é um veterinário marinho que tem uma fama de "garanhão", mas isso muda quando entra em uma lanchonete e encontra Lucy sentada brincando com a comida. A primeiro momento ele achou estranho, mas se aproximou dela e eles conversaram bastante. Decidiram se encontrar lá novamente. E assim aconteceu. Mas, quando Henry chegou pra conversar com ela, Lucy se afastou assustada.…

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D