Pular para o conteúdo principal

Tô Ligada!!! [28]

Música
Liz Lanne

Filme

Um Brilho na Escuridão - Lançamento Graça Filmes

O filme Um Brilho na Escuridão, é baseado em um best seller do escritor Jerry B. Jenkins, autor também da série Deixados para Trás.  O longa metragem recebeu uma excelente crítica da organização Dove Family  e é o novo lançamento no Brasil da Graça Filmes, leia a ficha técnica:
Sinopse: Um brilho na escuridão conta a história vivenciada, uma noite antes das festas de fim de ano, por cinco estranhos: uma idosa afastada da sua família, uma mãe preocupada com a doença do marido, o dono de um posto de gasolina que odeia o seu trabalho, um jovem pastor que se sente inútil, além de um homem desempregado (interpretado por Stephen Baldwin), que perde a família por conta da bebida.
Sem nenhuma esperança de mudança de vida -- e repletos de solidão, infelicidade, doenças e, principalmente, do desejo de colocar um ponto fi nal na vida com o suicídio --, cada um dos personagens vê seu desespero crescer com o passar das horas.
As histórias vividas por essas pessoas expõem as lutas e os sofrimentos vivenciados por muitos no dia a dia. Porém, quando seus caminhos se cruzam e elas experimentam pequenos atos de bondade, a vida delas pode
mudar para sempre!
Título Original: Midnight Clear
Diretor(es): Dallas Jenkins
Gênero: Drama
Duração: 102 min.
Origem: EUA
Tipo: Longa
Ano: 2007
Assista o trailer do filme Um Brilho na Escuridão(legendado)

Site
AME Cristo
Livro
Louco Amor
Faz parte de qualquer relacionamento. A intensidade e a vibração dos primeiros momentos aos poucos são tomadas pela rotina e o que antes era uma feliz dependência torna-se um fardo, quando não, a cínica indiferença para com o outro.
Infelizmente, o mesmo ocorre em nosso relacionamento com Deus. Acabamos nos acostumando a viver longe dele... só demoramos a nos dar conta disso.
Nossa suposta auto-suficiência torna difícil encaixar Deus num mundo cujas principais respostas já foram dadas. Se essa é a conclusão a que chegamos, vale a pena ler e ouvir alguém que não se conforma com desculpas fatalistas. Francis Chan dedica sua vida a ser um tipo diferente de cupido. Tendo experimentado com grande intensidade o amor de Deus, empenha-se em contagiar outras pessoas a (re)viverem a mesma paixão.
Segundo Chan, apenas experimentando e nutrindo um honesto relacionamento com Deus podemos dar a necessária chacoalhada em nossa vida e espantar a terrível mornidão que caracteriza nossa atitude diante do Pai.

“O livro Louco Amor tira as nuvens que tornam nossa espiritualidade nublada, reacende a chama por um relacionamento profundo com Deus e mexe com nossa mente. Se você quer deixar de ser um ativista cristão e aprofundar seu relacionamento com Deus não deixe de ler este livro". Josué Campanhã - Diretor Sepal Brasil


Deus abençoe a semana de vocês! 
Mari

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

Eu, eu mesmo e Pedro

Agora não compreendes o que eu faço, mas depois entenderás.
Em uma conversa casual, refletindo sobre este versículo, algo nos chamou a atenção.  Já ouvimos em muitas aplicações como temos atitudes semelhantes às dos personagens bíblicos, Adão é aquele citado para falar de quem não assume a responsabilidade dos seus atos e sempre joga a culpa em outra pessoa, ou Jonas quando foge do chamado de Deus, ou Moisés que sempre coloca um empecilho para aceitar a missão que Deus lhe confiou... A reflexão de hoje nos aproxima mais uma vez de um personagem bíblico e nos traz algumas lições. Vamos juntos?

Muita emoção, nenhuma conversão

A paz do Senhor meus queridos!
Como estão?
_______________________________________

Ao abrir meu painel do blogger hoje me deparei com uma atualização de um dos blogs que sigo, onde a notícia falava sobre uma apresentadora de um programa de televisão que chorou ao ouvir uma música de uma cantora evangélica, que enquanto a cantora fazia sua apresentação a moça ficou muito emocionada e a cantora também, enfim, vocês devem saber quem é.
Então decidi postar sobre isso hoje, falar um pouco sobre o emocionalismo extremo de muitos que se dizem cristãos, mas que após seus momentos maravilhosos na presença de Deus, simplesmente voltam à suas vidas normais. O que realmente deveria acontecer depois de uma emocionante noite de culto ou oração? Por que tantas pessoas choram, pulam, gritam, dançam, sapateiam ... Mas depois disso não há sequer um sinal de mudança na vida delas? Será que chorar ao ouvir lindos louvores significa algo? E se eu não chorar? Quer dizer que não estou sentindo a presença de…