Pular para o conteúdo principal

O Bem Aventurado

Olá meus queridos!
A paz do Senhor!

Pelo título dá para ter uma noção ou idéia de qual passagem da Bíblia seria o tema de hoje né? "O Sermão do Monte", mas não, embora essa seja uma passagem muito bonita das Sagradas Escrituras (leiam Mateus 5), vou falar sobre outra (talvez menos conhecida), mas também muito bonita. ^^







Salmos 32




Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.
Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano.
Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia.
Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio.
Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado.
Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão.
Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento.
Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos.
Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio para que não se cheguem a ti.
O ímpio tem muitas dores, mas àquele que confia no SENHOR a misericórdia o cercará.
Alegrai-vos no SENHOR, e regozijai-vos, vós os justos; e cantai alegremente, todos vós que sois retos de coração.

Lindo néh? rsrs Eu poderia parar por aqui, pois a Palavra de Deus fala por si só, mas queria apenas deixar uma mensagem para você, uma meditação sobre esse salmo. Ele diz sobre a bem aventurança daquele cujo pecado é coberto, a transgressão é perdoada e assim dá uma lista de quão feliz , abençoado e realizado (Bem Aventurado) é essa pessoa. 
E se pararmos para refletir, todos nós queremos ser bem aventurados, todos queremos ser felizes, realizados, todos queremos ter paz, estarmos tranquilos e sem ansiedade ou preocupações que nos tiram o sono. Deus vem através do salmista nos instruir sobre o que fazer para sermos também assim, para que sejamos bem aventurados temos que reconhecer os nossos pecados e confessá-los à Deus e ele apagará de nós todas as culpas, pois é justo e fiel para nos perdoar  ( 1 João 1:9). Quando confessamos os nossos pecados somos transparentes diante de Deus e Deus quer de nós coraçãos transparentes, desejosos pelo Seu perdão.  
Se ainda hoje você não se colocou diante de Deus e pediu o perdão,  não deixe de fazer, não deixe de se entregar e Ele, com grande misericórdia, te ajudará a caminhar!

 
Deus abençoe!
Abçs
Mari

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

Cartas para o coração: Quando se sentir sozinha...

Estou há um mês e meio morando fora de casa. Tenho 20 anos e isso nunca aconteceu antes, era difícil conseguir permissão para dormir na casa "dazamigas", então morar em outro estado foi um divisor de águas na minha casa, minha família e minha vida! Sou do interior de São Paulo e precisei me mudar para a capital do Rio de Janeiro para estudar no Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (atual Faculdade Batista do Rio de Janeiro). Até chegar onde estou muitas coisas aconteceram e, se Deus quiser, um dia contarei com mais detalhes para vocês! Ainda estou num tempo de adaptação e com certeza sou um bebê no quesito "experiência", é cedo pra falar do que estou começando a aprender! Hoje, porém, gostaria de falar o que eu gostaria de ouvir antes de vir pra cá e mesmo antes de qualquer situação em que eu me sentiria sozinha mesmo no meio de tantas pessoas, sem propósitos mesmo com tantas responsabilidades. 

A Cabana - A Perda da Arte do Discernimento Cristão

"O mundo editorial vê poucos livros atingirem o status de "sucesso". No entanto, o livro A Cabana, escrito por William Paul Yong, superou esse status. O livro, publicado originalmente pelo próprio autor e dois amigos, já vendeu mais de dez milhões de cópias e já foi traduzido para mais de trinta idiomas. É, agora, um dos livros mais vendidos de todos os tempos, e seus leitores estão entusiasmados.

De acordo com Young, o livro foi escrito originalmente para seus próprios filhos. Em essência, ele pode ser descrito como uma teodicéia em forma de narrativa – uma tentativa de responder à questão do mal e do caráter de Deus por meio de uma história. Nessa história, o personagem principal está entristecido por causa do rapto e do assassinato brutal de sua filha de sete anos, quando recebe aquilo que se torna uma intimação de Deus para encontrá-lo na mesma cabana em que a menina foi morta.
Na cabana, "Mack" se encontra com a Trindade divina, onde Deus, o…