Pular para o conteúdo principal

Como os Jovens na Fornalha


“Mas, com alma despedaçada e espírito humilhado, sejamos aceitos como se viéssemos com holocaustos de carneiros, touros e milhares de gordos carneiros. Seja esse o sacrifício que te oferecemos, e, diante de ti, que ele seja completo, pois jamais haverá decepção para os que confiam em ti, mas nós agora vamos seguir-te de todo o coração; nós vamos temer-te e procurar a tua face.” (Dn 3, 39-41)

Como é lindo ler algo assim! Sabe, meu coração deseja estar assim, da mesma forma como estava o dos três jovens na fornalha. E então o que mais me fascina é a coragem que eles tiveram ao contrariar a palavra do rei e não adorar a estátua de ouro. Talvez o coração deles pensasse que não iria dar certo, que eles seriam mortos, mas o desejo de estar com Deus de verdade foi maior que isso, foi maior que o medo de perder amigos, família, a vontade de se oferecer para Deus totalmente gritou dentro deles e eles não se abateram, permaneceram fiéis, pois sabiam quem estavam servindo, sabiam que não era uma pessoa, uma estátua, ou qualquer outra coisa, eles serviam ao Deus que poderia livrá-los da fornalha ardente (Dn 3, 17).  Eles foram questionados, foram desafiados e provados, mas em momento algum disseram: “Ah... Deus conhece o nosso coração, Ele sabe que se não adorarmos a estátua de ouro vamos morrer, e com certeza, Ele não quer isso pra nós. Deixa pra lá...”. Não! Não disseram isso! Foram para a luta, provaram que o Deus que eles serviam tem realmente poder!
E nós? O que será que está desafiando a nossa fé nos últimos dias? Qual é a situação que está contrariando a nossa fé?  Por que é que hoje em dia é tão difícil encontrarmos jovens assim? Por que é que as pessoas deixaram de se esforçar para buscar a Deus de todo o coração? O que aconteceu com a geração dos que querem a Vida Eterna?
Na maioria das vezes, o que nos impede de agirmos como esses jovens somos nós mesmos, nos acomodamos com a situação em que estamos e pensamos: “Ah... Deus conhece o meu coração, Ele sabe que eu tenho fé, eu vou na Igreja todo domingo, eu rezo na hora de dormir...”. E não entendemos porque nossa vida não caminha, muitos perderam a vontade de viver uma vida como consagrados, outros nunca sentiram essa vontade. Na igreja já não se fala mais tanto de conversão e mudança de vida, muitos líderes lembram-se da cura que pode ser operada, mas se esquecem do comprometimento que precisa acontecer.
Queridos, Deus muda sim, Deus cura sim, Deus liberta sim, mas se o nosso coração não se decidi é como se não déssemos a total liberdade para Ele e então não há como Ele operar. Talvez, se a entrega de Sidrac, Misac e Abdênago não fosse de verdade e de todo coração poderia ser que eles não fossem livrados por Deus, acho que isso até nem aconteceria porque eles não se submeteriam a tal prova. Mas eles se dedicaram e essa dedicação gerou a manifestação do poder de Deus, a conversão do Rei e a libertação daquele povo da adoração aos falsos deuses (Dn 3, 95-96).
Seguir a Deus pode ser o caminho em que você não tem toda a liberdade que o mundo tem, mas tenha certeza, é o único caminho que vale a pena, é o único caminho que realmente te leva para um lugar melhor e tudo o que você fizer quando comprometer-se, assim como os jovens, você verá os frutos e bênçãos que o Senhor vai te conceder, pois nunca um justo ficou desamparado (Sl 37, 25).
Tenha a certeza que de santos artificiais o mundo está cheio, precisamos ser santos por inteiro, santos que não tem medo de serem ousados e defenderem aquilo que é seu por herança: o Céu.
“Sidrac, Misac e Abdênago responderam ao rei: ‘Não precisamos responder nada a essa ordem. Existe o nosso Deus, a quem adoramos, e que nos pode livrar da fornalha ardente, libertando-nos da mão de Vossa Majestade. Mesmo que isso não aconteça, fique Vossa majestade sabendo que nós não adoraremos a estátua de ouro construída por Vossa Majestade’.” (Dn 3, 16-18).

Mari

 

Comentários

  1. A Paz Querida!
    Parabéns pelo post, ficou muito fera!
    e concordo, precisamos ser Santos por inteiro!
    Deus te abençoe Mari!
    =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém Felype!
      Deus nos ajude nisso! :D
      Deus abençoe!

      Excluir
  2. Oooiquerida*-*
    Ameei o blog, super foofo<3
    ee, será que vc poderia entrar no meu blog, e seguí-lo? e poderia também copiar meu selo e colocar em seu blog? obrigaadinha<3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evilin!
      Obg linda! Posso, com ctz!
      Bjão
      Deus abençoe! *-*

      Excluir
  3. Santa por inteira é o que eu quero ser !!! =)
    hj passei pela fornalha e vi que Jesus estava comigo! Obrigada Senhor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém querida!
      Que o Senhor te fortaleça tds os dias! :)
      Bjão

      Excluir

Postar um comentário

Olá!!
Sinta-se livre para expressar sua opinião sobre o que leu aqui, queremos mesmo saber o que você pensa!
Muito obrigada pela visita e pelo comentário!
Deus te abençoe! ♥
DAC

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

Eu, eu mesmo e Pedro

Agora não compreendes o que eu faço, mas depois entenderás.
Em uma conversa casual, refletindo sobre este versículo, algo nos chamou a atenção.  Já ouvimos em muitas aplicações como temos atitudes semelhantes às dos personagens bíblicos, Adão é aquele citado para falar de quem não assume a responsabilidade dos seus atos e sempre joga a culpa em outra pessoa, ou Jonas quando foge do chamado de Deus, ou Moisés que sempre coloca um empecilho para aceitar a missão que Deus lhe confiou... A reflexão de hoje nos aproxima mais uma vez de um personagem bíblico e nos traz algumas lições. Vamos juntos?

Se não fosse o Senhor

Última semana de dezembro, você olha para trás e lembra de tudo o que já te aconteceu, faz uma retrospectiva de todos os fatos, desde que fez menção aos "Planos para 2011"; por fim você só pode dizer uma frase:
"Se não fosse o Senhor..."