Pular para o conteúdo principal

Me Converti... E Agora??? {10}


A Nova Era
Você já ouviu falar sobre isso? Pode ser que sim e pode ser que não, mas cabe a nós (cristãos) lutar contra ela, não vou falar sobre o tema de uma vez só porque é extenso, mas é preciso que nós estejamos por dentro do que acontece para podermos combater em orações e ações esse movimento que quer tomar o lugar do Nosso Senhor dos corações de tantas pessoas.

Efésios 6, 12

A Nova Era é um dos movimentos religiosos mis importantes e perigosos do mundo ocidental atual. Não se trata de uma seita, de uma igreja organizada nem propriamente de uma religião. É uma forma de ver, pensar e agir adotada por muitas pessoas e organizações, com a finalidade de mudar o mundo seguindo certas crenças em comum. O perigo está em não possuir um único centro de difusão de suas ideias, nem regras, doutrinas ou disciplina em comum.
Essa tendência fala dos temas mais variados: Deus, o destino do homem, saúde, morte e outras vidas, meditação, arte... Para isso usa como pano de fundo o ponto de vista de diversas religiões, das ciências e da literatura. O resultado é uma mensagem feita de respostas fantásticas, com a finalidade de levar as pessoas a ideias e comportamentos contrários à mensagem do evangelho.
Entre as crenças principais da Nova Era, destacam-se:
-O mundo entrará em um período de paz e harmonia denominado pela astrologia como Era de Aquário.
-A Era de Aquário será fruto de uma nova consciência para o homem. Os meios para alcançar tal objetivo serão as mais diferentes terapias, técnicas, entrando nas mais diferentes áreas de atuação humana. Entre essas áreas, destacam-se: religião, saúde, alimentação, política, negócios, música, cinema, rádio e televisão...
-Cada homem buscará a sua própria verdade. Não existe o mal (pecado), tudo é somente um contínuo crescer até a consciência plena de sua divindade.
-A natureza forma também um único ser cósmico e, portanto, também é divina. Tudo é “deus” e “deus” está em tudo (panteísmo).
-Todas as religiões são iguais.
-Existem mestres espirituais invisíveis que transmitem sua mensagem a todos os que alcançaram a nova consciência e dissolver-se na força divina do cosmo.
-Jesus Cristo foi somente mais um mestre iluminado entre muitos outros. Jamais poderia salvar alguém do pecado, pois cabe a cada homem encontrar o seu caminho de libertação.
Origem da Nova Era
A Nova Era tem nas suas origens uma influência forte da Sociedade Teosófica, fundada pela russa Helena Blavatsky, em 1875, em New York. Essa mulher era espírita e afirmava ter recebido seus ensinamentos de “seres espirituais especiais” ou “mestres superiores de outra dimensão”. As crenças da Sociedade Teosófica surgiram de uma mistura de ocultismo e crenças de filosofias orientais. Uma das biógrafas de Blavatsky afirma: “ela preparou o caminho para o surgimento da Meditação Transcendental, do Zen, Hare Krishnas, ioga, karma e reencarnação, gurus...”.
A terceira presidente da Sociedade Teosófica, Alice Bailey (1880-1949), inglesa migrada nos EUA, é quem usou em seus escritos pela primeira vez o termo Nova Era. Também era médium, dizia receber mensagens do além, enviadas por um mestre da sabedoria, um tibetano morto havia muito tempo. Alice Bailey deixou a Sociedade Teosófica para fundar a Escola Arcano com a finalidade de desenvolver o esoterismo e a prática dos poderes parapsíquicos. Em 1948 publicou o livro O Retorno do Cristo em que apresenta o Cristo como sendo uma ideia, uma energia que reencarnou em diversas pessoas iluminadas: Moisés, Buda, Jesus, Maomé... Também anunciou a proximidade da vinda de Cristo, chamado de Maytreia.
O ano de 1960 é decisivo para o desabrochar da Nova Era. Nos Estados Unidos, mais precisamente na Califórnia, a explosão do movimento hippie, contestação dos valores estabelecidos, o uso das drogas, o desejo de maior contato com a natureza... Facilitam a divulgação das idéias da Nova Era.
Em 1980 é publicado o livro A Conspiração de Aquário, de Marilyn Ferguson. Aí se encontra a doutrina e o programa de ação para a construção de uma nova humanidade. O pano de fundo para essa transformação seria de ordem astrológica. A cada 2.160 anos o sol muda de casa no zodíaco. Atualmente terminamos a era de peixes, associada ao cristianismo. O novo período é o de aquário, onde transbordará uma água de abundância e bem-estar. A estratégia para alcançar esse objetivo está em romper com o passado, levando essa nova visão do mundo para todas as áreas de influência sobre as pessoas.
Marilyn Ferguson, em seu livro, escreveu: “Uma rede poderosa, embora sem liderança está trabalhando no sentido de promover uma mudança radical em todo o mundo. Seus membros romperam com alguns elementos-chave do pensamento ocidental, e até mesmo podem ter rompido com a continuidade da História. Essa rede é a Conspiração Aquariana: uma conspiração sem doutrina política, sem manifesto. Mais ampla que a Reforma, mais profunda que a Revolução. Essa conspiração benigna, a favor de uma Nova Ordem de flagrou o mais rápido realinhamento cultural da história. A grande transformação, a mudança irrevogável que nos está empolgando, não é um novo sistema religioso, político ou filosófico. É uma nova mentalidade, a ascendência de uma surpreendente visão do mundo, que reúne a vanguarda da ciência e os mais antigos pensamentos registrados”.
Por meio de suas obras e seminários, Ferguson vem continuamente divulgado os temas ligados à Nova Era. Suas conferências têm atraído pessoas das mais diferentes áreas de influência da sociedade, inclusive executivos e especialistas do mundo empresarial. Em sua lista de clientes encontram-se grandes empresas norte-americanas, como IBM, General Mill, Hallmark e Dec...
O aspecto grave da Nova Era é estar presentem programas governamentais, em estratégias comercias e nos hábitos e costumes dia-a-dia.
Fonte: Livro Católico pode ou não pode? Por quê?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para o coração que se partiu e ainda bate

Querido leitor, hoje quero falar sobre algo tão corriqueiro dos nossos dias e que ao mesmo tempo é crucial. Vivemos tão ocupados e enlouquecidos com as nossas rotinas e não nos damos conta do porque fazemos o que fazemos, não é?! Longe de querer ser clichê com esse assunto, escrevo com todo o temor que há no meu coração.
 Quantas vezes ao longo dessa estrada que é viver nos deparamos com inúmeras situações, algumas já planejadas por nossas ambições, outras, no entanto parecem cair como uma bomba na nossa direção e que inevitavelmente explode nos machucando, tirando a nossa paz e segurança. E sabemos que entre essas duas opções, as que mais acontecem são as que nos ferem, seja em forma de perda, ansiedade, relacionamentos, profissão, igreja, ministério, sonhos! Ah! Querido leitor, são tantas coisas que enfrentamos no cotidiano, tenho certeza que dariam ótimas histórias para o livro da vida.
O que desejo tratar aqui é o porquê de algumas aflições, afirmo que não tenho resposta para todas …

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D