Pular para o conteúdo principal

Me Converti... E Agora??? {06}

Oração
Qual a importâcia da oração em sua vida? Se ela for primordial, prioridade e principal você é uma pessoa muito sábia (o Senhor te concedeu essa graça! =D)! 
A oração é a maneira mais concreta que temos de nos comunicar com Deus, pois não é algo decorado e não existem limites ou regras para para executá-la, existe a Bíblia para te mostrar que sem oração é meio complicado agradar ao Senhor, mas, com exeção dela aquilo que vai te reger em sua oração é o seu coração, faça da oração um momento de entrega, adoração, ação de graças, abandono nos braços de Deus ou o que você achar melhor, mas acima de tudo: faça-a de coração sincero, Deus não olha a diversidade de palavras bonitas que usamos em nossas orações, Ele está interessado no conteúdo (Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. Filipenses 4:6) . Deus se alegra demais quando nos direcionamos à Ele através da oração porque ela é a maneira mais direta que possuímos de levar até Ele aquilo que necessitamos e sentimos. 
A oração, além de nos permitir a comunicação direta com Deus, nos aproxima d'Ele, nos fortalece e no meu caso tranquiliza porque depois de entregar nossas vontades, anciedades, pedidos nas mãos de Deus podemos nos tranquilizar na certeza de que Ele já passou a frente e vai agir no tempo e na vontade d'Ele (Deus nunca tarda, capricha!). Posso dizer que depois que com muito custo tomei gosto por esse momento de intimidade me sinto incompleta quando, por algum motivo, não tive tempo de orar, a oração sincera causa um impacto tão grande em nosso coração que é impossível ficar da mesma maneira depois de estar na presença do Rei mais lindomaravilhosoamorosoefiel que existe! Aii... ^^. Acho que mais do que falar, minha missão para com você é me esforçar o máximo para que após deixar o seu PC você queira se colocar diante d'Ele e se render, mesmo que você já tenha feito isso hoje (oração nunca é demais), na verdade a oração é essencial, assim como no "Pequeno Príncipe" você não pode ver a oração (você pode ver a pessoa orando, mas não a oração), porém ela é essecial ('O essencial é invisível aos olhos'), ou, como fala um homem muito importante pra mim: "A oração pessoal vos manterá em pé."Aprendi que a oração causa em nós um efeito parecido com ir para a praia num dia de mormaço: você não vê o Sol, mas mesmo assim, se ficar o dia inteiro exposta (o) quando chegar em casa estará igual a um pimentão. A oração é assim, na hora você não consegue ver a ação de Deus (Sol), mas depois de um tempo perceberá que Ele agiu e deixou marcas.
Uma dica que eu deixo para você: Ore como se fosse a sua última oportunidade (onde você não pode fazer feio), ore como você nunca orou antes, da maneira como acha ser a melhor possível e entregue seu coração nas mãos de Jesus. Ele fará o restante.
Então... Boa oração pra você!

Quer mais?

 
Deus abençoe!

Comentários

  1. Muito interessante seu pensamento Mariane, gostei de tudo e concordo com você. Ao ler esse texto me ocorreu um pensamento que se me permite, gostaria de compartilhar, já que não tenho a intenção de "julgar" quem quer que seja, contudo vejo com preocupação que em geral, o ser humano algumas vezes quer limitar a Deus, (o que é impossível), posso explicar: Se alguém está orando em publico, ou no púlpito, e a oração ou testemunho dessa pessoa sai rebuscado, ou com palavras simples, muita gente acha que essa oração ou depoimento não foi bom, e que por ser tão simples Deus não se interessou muito, contudo ao contrário, se fosse uma oração eloqüente, ou discurso com palavras bonitas, Deus se agradaria muito e atenderia suas petições. Ora quem somos nós para julgar se Deus aprovou ou não? Teria Deus nos delegado a função de intermediar a oração ou testemunho dos outros diante DELE? Como se tivéssemos a função de aprovar ou não para em seguida dizer para Deus, Senhor essa oração foi boa, pode aceitar! Óbvio que não, a oração é para ELE, os pedidos ou agradecimentos são dirigidos a ELE, e não a nós que hoje estamos vivos e não sabemos o que nos sucederá amanhã. “Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa." Tiago 4:14 . Contudo somos eternamente gratos à DEUS, pois contamos com sua compaixão, amor, e misericórdia para podermos contar com o dia de amanhã. Portanto sobre esse aspecto não diria Deus: Sem mim nada podeis fazer? Só esta afirmação Divina já basta para que saibamos o nosso lugar de criaturas. Peço à Deus que sempre nos desperte para entendermos o que fazer conforme SUA vontade. Por isso Mariane Godoi muito correto quando você afirma que “Deus não olha a diversidade de palavras bonitas”. Te agradeço pela oportunidade. Ótimo seu texto e muito reflexivo. Realmente a palavra de Deus nunca volta vazia. Meus parabéns.

    Que Deus nos abençoe
    Normando Bastos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá!!
Sinta-se livre para expressar sua opinião sobre o que leu aqui, queremos mesmo saber o que você pensa!
Muito obrigada pela visita e pelo comentário!
Deus te abençoe! ♥
DAC

Postagens mais visitadas deste blog

A menina da casa de Naamã

Olá meus queridos e minhas queridas!
A paz do Senhor!


A história de Naamã eu já conhecia, mas depois de ler mais uma vez notei algo que ainda não havia percebido.

Mas o que é Mordomia Cristã?!

Quando você pensa na palavra "mordomia", o que vem a sua mente?
No cenário atual é nítido que o conceito de mordomia divulgado pela imprensa em geral é o de regalias no exercício da função pública. Mas aí você pode me dizer: “ah, mas eu sou cristã né?! E é óbvio que sei que mordomia não é viver uma vida de regalias". Hmm sei, mas sinto em lhe dizer que corremos um grande risco de não estarmos vivendo a mordomia bíblica em sua totalidade .
Aqui trataremos brevemente deste assunto, mas eu a encorajo a fazer um estudo pessoal aprofundado sobre o mesmo, pois tenho certeza que você crescerá muito no desenvolvimento de sua salvação se assim o fizer. Pois bem! Vamos pensar então em duas verdades e partindo delas compreender a mordomia cristã bíblica.

A conversão de C. S. Lewis

Você, provavelmente, já ouviu falar no autor de "As Crônicas de Nárnia". Eu também, desde que conheci um pouco mais sobre ele, tive curiosidade em saber se ele era ateu ou cristão, pois (para bons entendedores) as Crônicas de Nárnia trazem uma mensagem com muitos valores cristãos, mas também contém muitas características duvidosas quanto ao que a história realmente quer transmitir. Então fiquei naquele impasse: Será  que é? Será que não é?

Hoje, decidi procurar um pouco mais sobre a vida dele e sanar minhas dúvidas. Agora quero compartilhar com vocês! Espero que gostem! =D